domingo, janeiro 30, 2011

SELO PROJETO CRÉATIVITÉ


Por indicação de Antonio Nahud Júnior, autor do excelente blogue "O Falcão Maltês", foi atribuído a "O Rato Cinéfilo" o Selo Projeto Créativité, que visa o reconhecimento de qualidade entre bloguistas que escrevem sobre Cinema. Fico portanto muito honrado com esta lembrança do Nahud. Cabe-me agora a mim indicar mais 5 blogues que merecem a minha atenção pelo seu conteúdo. Aqui ficam os links:





Finalmente, e como parece ser da praxe, seguem-se as respostas ao questionário que vem apenso ao Selo Projeto Créativité. Como é aconselhável não perdi muito tempo a responder, para assim poder revelar as minhas primeiras ideias sobre cada uma das questões:

Nome: Rato Cinéfilo
O seu blog foi criado em: 6 de Agosto de 2010
O primeiro filme que lembra ter visto: Com toda a certeza foi uma curta-metragem do Charlot, que o meu pai tinha por hábito passar lá em casa, quando eu era criança.
Um filme inesquecível: “Gone With The Wind”
Um realizador já retirado: Alfred Hitchcock
Um realizador ainda no activo:
Clint Eastwood
Um actor já retirado: Marlon Brando
Um actor ainda no activo: Dustin Hoffman
Uma actriz já retirada: Marilyn Monroe
Uma actriz ainda no activo: Julianne Moore
Um(a) comediante: Charles Chaplin e Doris Day
Um(a) dançarino(a): Fred Astaire e Cyd Charisse
Um(a) cantor(a) de cinema: Elvis Presley e Barbra Streisand
Uma dupla romântica: Rock Hudson e Doris Day
Um(a) actor/actriz secundário(a): Edward Everett Horton e Kathleen Freeman
Um(a) actor/actriz infantil: Joselito e Marisol
Um(a) actor/actriz belo(a): Paul Newman e Greta Garbo
Um compositor de cinema: Ennio Morricone
Um fotógrafo de cinema: Sven Nykvist
Um livro sobre cinema: “Tu e o Cinema”, de Franz Weyergans (1970) – Foi o livro que me fez ver os filmes com olhos de cinéfilo
Uma revista impressa de cinema: “Studio” (francesa)
Um(a) vilão(ã): Anton Chigurh (Javier Bardem) de “No Country For The Old Men” e Baby Jane Hudson (Bette Davis) de “What Ever Happened to Baby Jane?”
Um género cinematográfico: Terror – o único género de que vejo tudo, do bom ao muito mau
Uma série televisiva: “The Fugitive, com David Jansen
Uma adaptação literária para o cinema: “Wuthering Heights / O Monte dos Vendavais”, de Emily Brontë
Uma frase de cinema: «Frankly, My Dear, I Don’t Give a Damn!» – Rhett Butler para Scarlett O’Hara em “Gone With The Wind”
Uma premiação: Fantasporto
Chorou assistindo: "Love Story” – todas as vezes, sem excepção
O mais recente filme que viu e gostou: "Hereafter”, de Clint Eastwood

4 comentários:

Álvaro Martins disse...

Obrigado pela indicação Rato ;) quando tiver tempo respondo a isso tudo eheh

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

GOSTEI DA LISTA!
Abraços,

www.ofalcaomaltes.blogspot.com

Roberto Simões disse...

Fico grato pelo reconhecimento ;)

Cumps.
Roberto Simões
» CINEROAD - A Estrada do Cinema «

O Homem Que Sabia Demasiado disse...

Obrigado pela referência!

Cumprimentos cinéfilos.