domingo, novembro 07, 2010

OS FILMES DO DARIO

Nascido a 7 de Setembro de 1940, em Roma, Itália
«Os contos de fadas estão repletos de coisas assustadoras. Uma velha tia minha contava-me muitas histórias cujas marcas ficaram definitivamente em mim. Muito embora a minha infância tenha decorrido num clima normal e sereno, acredito firmemente que essas histórias iluminaram o lado negro da minha imaginação.» (Dario Argento)
Filho de uma fotógrafa brasileira e de um produtor de filmes italiano, Dario Argento nasceu em Roma, Itália, no dia 7 de Setembro de 1940. Fanático dos filmes de Hitchcock, Antonioni, Bergman e Mario Bava, Argento roda a sua primeira longa-metragem (“O Pássaro das Plumas de Cristal”) em 1969, depois de ter colaborado com Bernardo Bertolucci no argumento de “Once Upon A Time In The West”, de Sergio Leone. Como não podia deixar de ser tratava-se de um filme de suspense, um thriller, mas filmado já de um modo algo estilizado, pouco comum para a época. Ennio Morricone assina a partitura musical, a primeira de várias colaborações ao longo dos anos. Apesar do filme incluir diversas cenas violentas ornamentadas de mórbidos detalhes, o filme é inesperadamente um êxito no box-office internacional.

Argento, ainda um pouco surpreendido pelo grande sucesso obtido pelo seu primeiro filme, descobre deste modo o estilo que irá aprofundando ao longo dos anos: um misto de suspense e horror (este ocuparia cada vez mais o centro das atenções), com cenas de explícita violência mas filmadas de uma maneira algo subjectiva e onde a música se encontra sempre presente e assinada a maior das vezes pelos mesmos autores (Morricone, Simonetti, Pignatelli, Donaggio) o que também contribui para a “imagem de marca” da obra do realizador italiano. «Não tenho medo de olhar para o meu lado escuro, não desvio o olhar quando vejo a violência do mundo à minha volta.» Desde sempre interessado pela psicanálise freudiana, Argento gosta de explorar os limites do medo no écran. Mas não prega sustos gratuitamente, está sinceramente interessado em analisar a angústia contemporânea.

Considerado uma referência básica do cinema de horror italiano, Dario Argento influenciou obras de realizadores actualmente muito conhecidos, como Quentin Tarantino, Brian de Palma, Wes Craven ou John Carpenter, que dirigiu “Halloween” em sua homenagem. Até Stanley Kubrick, um dos maiores mestres do Cinema, confessou ter sido influenciado por ele, sobretudo na utilização de cores e em certos movimentos de câmara.

Ainda em actividade, Dario Argento é hoje considerado um dos mestres absolutos do terror. As sua temáticas estão geralmente relacionadas com traumas infantis; os “seus assassinos” foram marcados na infância e movimentam-se num mundo próximo dos contos infantis dos irmãos Grimm ou do universo tortuoso de Edgar Allan Poe. Tecnicamente, os seus filmes apresentam sempre um estilo muito particular: longos travellings, o uso da câmara subjectiva, a inclusão frequente de close-ups (grande parte das vezes dos olhos dos assassinos), as cores e os ambientes barrocos a causarem impressionantes efeitos na tela. E a música, sempre a música a unir todos estes elementos visuais.

Presença habitual no Fantasporto, ainda recentemente, em Março de 2007, Dario Argento apresentou ali o seu penúltimo filme “La Terza Madre / Mother of Tears”, onde mais uma vez dirige a sua própria filha, Asia Argento. O filme é o capítulo final da trilogia iniciada em 1976 com “Suspiria” e que prosseguiu três anos depois com “Inferno”, duas das obras maiores da sua carreira. O argumento centra-se numa jovem estudante americana que inadvertidamente abre uma urna e desencadeia uma série de incidentes aterrorizadores. O gore no seu melhor.

O CD agora disponibilizado neste blogue reúne 15 temas originais de alguns dos filmes mais celebrizados do realizador italiano, como “Il Gatto A Nove Code”, “Profondo Rosso” (uma das bandas sonoras mais inovadoras dos anos 70, com música progressiva assinada pelo grupo pop italiano Goblin), “Suspiria”, “Inferno”, “Tenebrae” ou “Phenomena”. Esta coleção poderá servir de cartão de visita à obra de um dos nomes mais conceituadaos do Cinema de Terror, que felizmente já começou a ser editada em Portugal.



FILMOGRAFIA:

2011 - Dracula 3D 

2009 - Giallo / Reféns do Medo 
2007 - La Terza Madre / A Terceira Mãe / Mother of Tears (ing) 
2004 - Il Cartaio / O Jogador Misterioso 

2001 - Non Ho Sonno / Insónia (br) 

1998 - Il Fantasma Dell'Opera / O Fantasma da Ópera 

1996 - La Sindrome di Stendhal / Viagem ao Inferno

1993 - Trauma 

1990 - Due Occhi Diabolici / Two Evil Eyes (ing) (Segmento de "The Black Cat") 

1987 - Opera / Terror na Ópera 

1985 - Phenomena
1982 - Tenebre
1980 - Inferno
1977 - Suspiria
1975 - Profondo Rosso / A Casa Que Escorria Sangue / Deep Red (ing)
1973 - Le Cinque Giornate / The Five Days (ing)
1971 - 4 Mosche di Vellutto Grigio / Quatro Moscas no Veludo Cinza (br)
1971 - Il Gatto a Nove Code / O Gato das Nove Vidas
1970 - L'Uccello Dalle Piume di Cristallo / O Pássaro com Plumas de Cristal

Dario Argento é também o produtor, autor e argumentista da quase totalidade dos seus filmes.

4 comentários:

Rato disse...

Aqui ficam os links para o CD:

http://rapidshare.com/files/116716917/ratorecords_various_darioargento1.rar

http://rapidshare.com/files/116719624/ratorecords_various_darioargento2.rar

Billy Rider disse...

Argento é na verdade um caso à parte no género do fantástico e do cinema em geral. Todos os seus filmes tornam-se de imediato "filmes de culto" pelas suas características muito peculiares.
Obrigado pela disponibilização do CD.

Andreia Mandim disse...

Estou a arranjar vários filmes deste realizador...espero não me arrepender x)

http://cinemaschallenge.blogspot.com/

Dezito (André Sousa) disse...

Ainda não conheço bem a obra de Argento. Só visionei Suspiria e gostei bastante. De resto também tenho boas indicações do Pássaro com Plumas de Cristal.

cumprimentos