terça-feira, junho 07, 2011

OS MELHORES FILMES DA "PREMIERE"

A revista portuguesa "Premiere" está a promover no seu site (www.premiere.pt) uma votação para encontrar os 19 melhores filmes de sempre: 18 por categorias e mais um que será considerado o "Melhor dos Melhores". Após o final da votação (a decorrer até 31 de Julho) e depois das férias de Agosto, a "Premiere" tem agendada a exibição dos filmes eleitos nos Cinemas Lusomundo  / Freeport. Uma iniciativa interessante que contudo, e como é habitual nestes casos, deixa de fora muita obra fundamental do Cinema em favor do mainstream dominante. Mas tudo bem, desde que se tenha o cuidado de referir que os “melhores” filmes o serão apenas na óptica dos redactores da revista (que seleccionaram 15 títulos por categoria), e do público que os irá escolher.
No que me diz respeito, e depois de ter exercido o meu direito de voto (algo muito em voga por estes dias), quero apenas confessar a minha estranheza por ver determinados filmes conotados com alguns géneros cinematográficos. É verdade que esta coisa de espartilhar filmes é sempre um pouco complicado, mas acho que como em tudo na vida se deve respeitar o bom-senso. Por exemplo:

- “Chariots of Fire”, “Gone With the Wind” ou “Gladiator” são filmes Históricos como “Alexandre o Grande” ou “King Arthur”?

- “Amadeus” é mesmo um Drama? Não ficaria mais à vontade nas Biografias?

- “La Dolce Vita”, “La Régle du Jeu” ou “City Lights” são Comédias típicas?

- “On the Waterfront” é um Policial ou um Filme de Crime?

- “Sunrise” ou “Morte em Veneza” são expoentes do Romance?

- “Fanny e Alexandre” é um Biopic?

- “8 e Meio” e o “Sétimo Selo” são filmes de Fantasia?

- E por onde andam o Épico ou o Film-Noir, dois géneros tão característicos?

Enfim, parece que vai uma certa confusão na redacção da "Premiere"...

2 comentários:

Enaldo disse...

Concordo plenamente com você. E lá vou marcar o meu voto em Blade Runner, meu preferido de todos os tempos.

José Luís disse...

Quando dizes:
"Enfim, parece que vai uma certa confusão na redacção da "Premiere", acho que tens razão.
Já votei e notei isso mesmo.